João Pessoa, 25 de Julho de 2014

home mundo

26/03/2014 | |
Vizualizações 224
Estudante da UFSC fica ferida por estilhaços de bomba em confronto
Luara precisou levar pontos na perna

Uma estudante de jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) precisou levar pontos na perna após ser atingida por estilhaços de uma bomba de efeito moral jogada durante o confronto entre estudantes e policiais federais ocorrida no campus deFlorianópolis na terça-feira (25). Na manhã desta quarta (26), ela fez exame de corpo de delito e registrou boletim de ocorrência.

Por volta das 15h de terça, a prisão de um estudante que estaria fumando maconha no campus culminou no início do confronto entre Polícia Federal (PF) e estudantes. Cerca de 300 pessoas participaram do movimento em protesto contra a ação policial. Dois carros oficiais foram virados pelos manifestantes durante o tumulto, um da PF e outro da segurança do campus. Durante o tumulto, alunos e professores foram agredidos.

A estudante Luara Wandelli Loth estava parada ao lado do carro da polícia quando a bomba foi jogada, disse Moacir Loth, pai da jovem. Estilhaços atingiram a perna da aluna. Ela foi carregada por outros estudantes que estavam no local e foi atendida em uma clínica do bairro Trindade.Além dos pontos, a jovem precisou tomar vacina antitetônica e antibiótico. Na própria terça, ela registrou boletim de ocorrência, segundo o pai. Na manhã desta quarta (26), a estudante fez exame de corpo de delito no Instituto Geral de Perícias (IGP). Acompanhada pelo pai e a mãe, ela iria voltar novamente na clínica nesta quarta para fazer curativos.

Confronto
Após o confronto com os estudantes, a Polícia Federal acionou a tropa de choque da Polícia Militar para auxiliar na dispersão dos manifestantes. Os policiais utilizaram bombas de efeito moral e balas de borracha. Cinco jovens com idades de 18, 19, 22, 23 e 29 anos foram detidos por uso de drogas e levados para a sede da PF. Lá, eles assinaram um termo circunstanciado e foram liberados ainda na terça (25). Depois da confusão, dezenas de estudantes invadiram a reitoria do campus e permaneciam no local até o início da tarde desta quarta (26).

Tiro no peito
As aulas da UFSC voltaram ao normal em alguns centros. Durante a manhã, no campus Trindade, eles iam e vinham de suas aulas enquanto outro grupo mantinha a ocupação à reitoria e lembrava do confronto que deixou servidores, estudantes e professores feridos na tarde desta terça-feira (25). Alguns estudantes aceitaram contar o que viram ao G1, mas pediram para não expor suas imagens ou nomes.

Uma estudante de biologia, que está na quinta fase, diz que conhece duas colegas feridas no embate. “Minha amiga levou um tiro de bala de borracha no peito. Ficou bastante machucada”, explica a jovem que tenta mostrar a região atingida, foi bem na região lateral da mama, próxima do braço. “Uma conhecida precisou levar dois pontos no pé porque cortou o dedo por estilhaços de bombas de gás lacrimogênio”, relembra.

Outro aluno de Biologia disse que “tinham muitas pessoas no chão e machucadas. Na reitoria tinha uma ocupação enorme, professores e servidores apoiavam a manifestação dos estudantes”, conta.


Fonte: Bayeux Jovem

Denúncia

O 190pb disponibilizou um espaço para você fazer suas denuncias anônima. Você não precisa se identificar, e todas informações enviadas ficará disponível em um banco de dados para consultas por autoridades da segurança pública. Colabore, seja um agente parceiro para reduzir o índice de criminalidade em nosso estado.


Comentários

Seu comentário agora é social. Você precisa estar conectado no Facebook para postar seus comentários.

Informativo 190pb

Matérias publicada

15208

Fotos publicada

11637

Desaparecidos

4

Procurados

12

Copyright - 190pb - 2012 - Todos os direitos reservados

E-mail: contato@190pb.com.br